Controle de Processos

OAB/RS 28.271

Notícias

Newsletter

Trabalho da regulação de leitos de urgência para Covid-19 na Capital apresentado em webinar

Mais de 200 pessoas assistiram ao Webinar organizado pelo Tribunal de Justiça e o Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre , que tratou sobre os critérios técnicos de internações de urgência em decorrência da COVID-19. O evento voltado a magistradas e magistrados foi transmitido pelo canal do TJRS no YouTube na manhã desta quarta-feira, 3/3. Na abertura, o Presidente do Conselho de Comunicação do TJRS, Desembargador Antonio Vinicius Amaro da Silveira, saudou os presentes e salientou a importância do encontro: “Este é um evento para dar orientações e subsídios acerca dos critérios adotados para as internações, que servirão de apoio às decisões dos magistrados e magistradas”. Participaram da abertura também o Presidente do Sindihospa, médico Henri Chazan, e a Diretora do Departamento Médico do TJRS, médica Ana Maria Ribeiro. O palestrante foi o Diretor-Geral de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, médico Jorge Luiz Silveira Osório. Ele abriu a palestra explicando como é o fluxo de regulação de leitos e como foi preciso adaptar o sistema para atender a demanda de pacientes com COVID-19. I. O Diretor disse como é feita a identificação, a necessidade do paciente, a prioridade, como é feita e comunicação entre centrais de regulação e hospitais, e mostrou os caminhos que devem ser percorridos até chegar à internação. Segundo o Diretor, esta última semana bateu recorde histórico no número de solicitações de internação em um só dia, chegando a 150 ontem. Em 2020, o máximo havia sido 75 pedidos em um dia, o que ocorreu entre julho e agosto. “Enfrentamos uma verdadeira onda tsunâmica”, definiu. “Estamos usando os leitos que haviam disponíveis para todas as doenças só para atender Covid-19. A capacidade operacional dos hospitais está esgotada. Não importa mais tanto o leito e, sim, o acesso ao hospital”, frisou o médico, que também disse terem sido obrigados a alterar a estratégia de regulação. Ao encerrar o evento, o Desembargador Antonio Vinicius Amaro da Silveira agradeceu a todos e finalizou: “É preciso aproximar a área médica da área jurídica para atender da melhor forma possível o cidadão. O diálogo é a melhor solução. Temos que buscar sempre um ponto comum”.
03/03/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia