Controle de Processos

OAB/RS 28.271

Notícias

Newsletter

Júri Popular: Acusados pela morte de policial civil sentam no banco dos réus nesta terça-feira, em Gravataí

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Gravataí realizará júri na manhã desta terça-feira, 17/5, a partir das 9h. A sessão de julgamento ocorrerá no salão do júri do Foro e será presidida pela Juíza de Direito Valéria Eugênia Neves Willhelm. Conforme a denúncia do Ministério Público, o réu Maicon de Mello Rosa responderá pelos crimes de homicídio qualificado consumado e por três homicídios qualificados tentados contra outros policiais. Maicon também responderá junto aos réus Marcos Leandro Marques Fortunato, Guilherme Santos da Silva, Alecsandro da Silva Borges e Cristiane da Silva Borges pelos crimes de tráfico de drogas, Estatuto do Desarmamento, receptação e organização criminosa. A ré Dirce Terezinha da Silva Borges Dirce, mãe da ré Cristiane e avó de Alecsandro faleceu em 13/9/2019. Todos os réus encontram-se segregados em presídios. Além do interrogatório dos réus, serão ouvidas quatro testemunhas de acusação. O crime aconteceu no dia 23/6/17 quando policiais civis realizavam uma operação para desarticular quadrilha especializada em tráfico de drogas. Em um determinado momento, já no interior do apartamento, o Escrivão e chefe da investigação da 2ª Delegacia de Polícia de Gravataí, Rodrigo Wilsen da Silveira foi baleado na cabeça. Ele chegou a ser conduzido para o hospital de Gravataí, mas não resistiu vindo a óbito. Processo 0016565-42.2017.8.21.0015
16/05/2022 (00:00)
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia