Controle de Processos

OAB/RS 28.271

Notícias

Newsletter

3º Grupo Cível presta homenagem ao Desembargador Luís Augusto Coelho Braga

Uma homenagem ao Desembargador Luís Augusto Coelho Braga marcou o início da sessão do 3º Grupo Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul nesta sexta-feira, 9/4. O magistrado faleceu em decorrência de complicações da Covid-19, na manhã de terça-feira, 6/4, aos 66 anos. Ele presidia a 6ª Câmara Cível há quase uma década e também o 3º Grupo Cível, que reúne os integrantes das 6ª e 5ª Câmaras Cíveis. Por isso, colegas e servidores prestaram homenagens a ele nesta primeira sessão do Grupo após a sua morte. Na ocasião, também foram lembradas as mortes do Desembargador aposentado Clarindo Favretto, que faleceu hoje, aos 87 anos, em decorrência de câncer, e da Procuradora de Justiça Eliana Maria Moreschi, ocorrida ontem. Ela atuava junto à 6ª Câmara Cível e ao 3º Grupo Cível. O Desembargador Jorge Luiz Lopes do Canto, que assumiu a presidência do Grupo, deu início à sessão com uma saudação a todos os presentes e em seguida falou sobre a trajetória de quase 40 anos de magistratura do colega. “É difícil destacar as virtudes de quem partiu, pois enquanto se vivencia o luto não se consegue ter a ideia clara do significado e da significância de cada um daqueles com os quais, em dado momento, convivemos. Mas, permitam-me enaltecer duas das características que notabilizaram o Desembargador Braga na condução dos trabalhos como presidente do nosso Grupo, que foi a celeridade e a eficácia na difícil tarefa que é dirigir uma sessão e atender a sua finalidade, a de prestar jurisdição. Ele fez isso resumindo e atalhando formalidades, que mais preenchem o tempo do que demonstram a efetivação da justiça”, afirmou o Desembargador, que também fez referência ao filósofo Epicuro em um texto sobre a morte e citou um poema de Santo Agostinho. Por fim, ele prestou solidariedade aos familiares e amigos pela “perda inestimável” do colega. O magistrado ainda apresentou condolências pelas perdas do Desembargador Clarindo Favretto e da Procuradora Eliana Moreschi. O 3º Vice-Presidente do TJRS, Desembargador Ney Wiedemann Neto, participou da homenagem também representando a Administração do Tribunal e o Presidente Voltaire de Lima Moraes: “Eu trago aqui o meu abraço e solidariedade do Presidente do Tribunal, o Desembargador Voltaire, que assim me pediu, porque em razão de outro compromisso não pode comparecer. Então, fica o registro do apreço e da tristeza do Desembargador Voltaire enlutado também com essas três perdas, fazendo especial registro da amizade pessoal que ele mantinha com o Desembargador Braga”. O Desembargador lembrou do tempo em que atuou ao lado do Desembargador Luís Augusto Coelho Braga na 6ª Câmara Cível, por quase 10 anos: “Mesmo enlutados com o sentimento da perda e a tristeza desse convívio interrompido, ainda precisamos seguir nas nossas tarefas neste plano e nesta vida. Faço registro desse pesar, dos sentimentos que sejam encaminhados aos familiares, da nossa tristeza e profundo respeito e admiração pelo legado que foi deixado por esses três colegas. O Desembargador Braga, apesar de estar ocupando a 28ª posição de antiguidade do Tribunal, mantinha viva e acesa a chama do amor pelo trabalho, pela prestação jurisdicional, inclusive, participando de sessões didáticas com entusiasmo de um principiante. Foi importante para a minha formação e aprendizado essa convivência fraterna pelos 10 anos na Câmara”. Na sequência, a Desembargadora Isabel Dias Almeida, Presidente da 5ª Câmara Cível, se manifestou em nome dos colegas da Câmara. “O momento é de dor e despedida. Acompanhamos com pesar o sofrimento do nosso colega, que durante quase quatro décadas serviu à magistratura do nosso estado prestando qualificada jurisdição, com dedicação e zelo. Gostaria de externar em nome de todos integrantes da 5ª Câmara Cível, nosso profundo respeito e sentimento de pesar e solidariedade pelo falecimento do Desembargador Braga. Estamos em oração, como estivemos durante a permanência dele no hospital e que Deus o tenha e abençoe a ele e seus familiares”. A Desembargadora Denise Oliveira Cezar, Presidente da 6ª Câmara Cível, falou em nome dos colegas da Câmara: “Esse momento é de tristeza e despedida, mas é um momento de celebração da grande trajetória que o Desembargador Braga teve entre nós, tanto sob ponto de vista profissional como pessoal. Ao longo desse período, em que esteve a serviço da magistratura, sempre se comportou de forma gentil, solidária e generosa com seus colegas, acolhendo a todos com carinho e procurando integrá-los de forma amável para que tivéssemos um grupo de trabalho unido e coeso para realizar a melhor prestação jurisdicional. Além dessas suas qualidades como ser humano, era um magistrado brilhante. Ele estudava os processos e se mantinha atualizado sobre matérias que envolvem a nossa jurisdição muito complexa. Da mesma forma, além de ser um magistrado de grande valor intelectual, ele tinha uma característica peculiar, pois apreciava a história do Tribunal, a história dos seus colegas. Não raras vezes, ele fazia referências aos colegas que tinham contribuído com a formação desse conceito que nós temos do resto do Brasil, de um Tribunal de grande qualidade. E com isso, ele procurava manter viva a memória daqueles que já passaram. E esse, talvez, seja o legado que ele vá deixar para nós, que nós também mantenhamos viva a memória dele na nossa Câmara e no nosso Grupo”. As duas Presidentes das Câmaras também se referiram à Promotora de Justiça Eliana Moreschi como uma pessoa dedicada e sensível, com uma grande bondade. O Desembargador Clarindo Favretto foi lembrado pelo trabalho e gentileza com que tratava a todos. O Procurador de Justiça Altamir Arroque falou em nome do Ministério Público. Ele lamentou o momento e enalteceu a iniciativa. “Estamos vivendo um momento de perdas, que estão quase nos anestesiando. Por isso, acho importante essa homenagem especial ao Desembargador que partiu e estaria presidindo esta sessão. Me lembro dele de forma carinhosa e simpática”, afirmou, ao lembrar da colega que atuava no Grupo juntamente com a Procuradora de Justiça Sara Duarte Schütz, também presente na sessão. Em nome dos servidores, a manifestação ficou a cargo da Assessora do Desembargador, Tatiana Lima Trindade: “Agradeço a oportunidade de poder externar todo meu carinho, saudade e gratidão pelo Desembargador Braga, que além de um competente e dedicado magistrado, sempre foi um maravilhoso chefe e inesquecível amigo durante seis anos em que pude conviver com ele. Desembargador Braga, muito obrigada por tudo. Fique em paz!” Estavam presentes na sessão os outros integrantes das 5ª e 6ª Câmaras Cíveis, respectivamente, Desembargadores Jorge André Pereira Gailhard, Lusmary Fatima Turelly da Silva, Niwton Carpes da Silva, Eliziana da Silveira Perez e a Juíza convocada Marlene Marlei de Souza. A Desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira também assistiu à homenagem.
09/04/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia